17/12/2017

A mudança mais triste do meu ano


Faz praticamente um mês desde que me mudei para a outra ponta do país (de Lisboa para Portimão), e ainda não caí na realidade. Na minha cabeça estou tipo de férias prolongadas, e a qualquer momento vou voltar para a minha casa. Mas esta agora é a minha casa, ahah. Os meus pais arranjaram trabalho e uma casa boa por aqui, e como eu ainda não tenho uma situação financeira estável para morar sozinha, tive que vir para cá.

Sempre gostei de viver em Lisboa. Nunca tinha visitado se quer outra cidade antes, e agora, como que por ironia, não só visitei como agora moro noutra cidade, bem distante da minha Lisboa, por sinal.

Está a ser um processo muito estranho para mim porque morei 16 anos na mesma casa, 20 na mesma cidade, e acho que é por isso que me custou tanto. Sinto que a minha vida ficou toda lá. Sinto que deixei amigos e objetivos para trás, e tenho que recomeçar.

Acho que tenho uma relação de amor ódio com a mudança. Há momentos e situações na minha vida em que o meu interior quase que grita por uma mudança, seja ela de atitude, de cabelo, de circulo de amigos... Mas há outras em que me escudo completamente. Às vezes é preciso coragem e ousadia para aceitar e experimentar coisas diferentes, e sinto que é isso que me está a faltar. Acho que me fechei completamente e só consigo ver o lado negativo da coisa. 

But for now, I have no choice, vou ter de me conformar, e tentar tirar algo positivo disto. Talvez eu mude de opinião daqui a algum tempo, talvez não. Quem sabe?

***
Alguém aí já foi viver para uma cidade completamente nova? Como foi o processo de adaptação? xx

8 comentários :

  1. Já mudei de país e não foi fácil nos primeiros tempos porque não estava habituada ao ambiente, ás pessoas, á falta de segurança, ao facto de ter ficado longe da minha família e amigos.
    Mas com o tempo fui vendo as boas coisas dessa mudança como a comida, a música e á natureza que estava á minha volta.
    Acho que tens de pegar nessa mudança drástica e tentar apanhar as boas coisas dela, eu sei que no ínicio nada parece justo ou fazer sentido, mas tudo acontece por uma boa causa e talvez podes nem ficar tantos anos.
    Beijinhos e muita força!
    https://grandesonhadorablog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Desde que sai da casa dos meus país aos 19 anos que ja mudei de casa 11 vezes de início até foi entusiasmante pois foi uma opção minha viver sozinha, novos amigos, novas paisagens, nova vida mas tudo dependia só de mim (€) fez com que muda-se de cidade algumas vezes a procura de um bom trabalho etc e mesmo agora vivendo no porto em 2014 mudei de casa 4 vezes é muito cansativo e acabas por desvalorizar as coisas, objectos que fazem parte da nossa história porque quantas menos coisas tens mais fácil se torna a mudança nao só físicamente, como psicologimente. Só te posso desejar muita força 🙌
    Beijinhos
    Akira - http://vivernumt0.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Menina, tudo vai melhorar. A adaptação é bem dificil mas tenta encarar de forma positiva. É uma nova vida, são novas oportunidades, novas pessoas para conhecer, novos lugares, novas aventuras para se viver.
    Encara isso com toda a força e positividade que tiver e transforma isso em uma experiência boa! 🖤

    Boa sorte na nova jornada

    Carol Justo | pink is not rose

    ResponderEliminar
  4. Acredito que não seja fácil mas por vezes um recomeço faz-nos sempre bem e, sem dúvida alguma, que nos faz crescer! Desejo-te muita boa sorte para esta nova etapa da tua vida!

    https://strawberryafternoons.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Sandra, lamento que a adaptação não esteja a ser fácil. Acho que, na vida, todos temos momentos de transição aos quais custa-nos a habituar. Coragem, linda! Embora agora encoberto, as nuvens passarão e o sol raiará. :)
    Beijinho grande.

    francica-goncalves.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Olá Sandra. Quero primeiro de tudo, dizer-te que gosto imenso do teu blog. Conheço há pouco tempo mas, nota-se que gostas imenso do que fazes e nós conseguimos notar isso quando o lemos. Relativamente ao teu problema... Tenho más notícias mas, a verdade é que por uns tempos é esse o sentimento que mais te vai acompanhar. Vais-te continuar a sentir incompleta, sem os teus amigos, os hábitos diários que costumavas ter em determinados locais, etc. No entanto, pareces-me ser uma pessoa forte, que vai conseguir superar isso mais rápido do que tu pensas. E vê isto, não só pelo lado negativo mas, como uma nova oportunidade. Pensa... Com todos os acontecimentos recentes que se vão passar na tua vida, tu podes escrever vários post's relacionados com o que se vai sucedendo. E eu terei imenso gosto em ler. Vais ver que após umas semanas, até te vais habituar à ideia. Vais fazer novos amigos e com eles novas memórias, não esquecendo das antigas, com aqueles que passavas os teus melhores dias. Para além disso, sempre existe as comunicações e redes sociais que te permite continuar em contacto com eles. Sei que não é a mesma coisa mas, sempre vai matando as saudades. Vais ver que tudo isto vai melhorar com o tempo. Falo por experiência própria. Beijinhos e continua assim, com o ótimo trabalho que tens feito até agora.

    ResponderEliminar
  7. Mudei de casa ainda esse ano e foi bem difícil na hora, mas ao mesmo tempo senti uma imensa emoção, eu realmente precisava sair de casa, da "prisão" que meus pais colocavam ao meu redor, mesmo que tentando me proteger. Acabei dando um sentido à minha nova casa e nunca foi tão lar uma casa, como essa á sendo. Espero que você consiga enxergar com outros olhos e que esse novo lar te traga coisas maravilhosas, você merece <3
    Neoguedes

    ResponderEliminar
  8. Mudar de casa, de cidade, é chato porque ir para um sítio completamente novo pode ser mesmo assustador!! Mas é uma oportunidade de te reinventares, de cresceres e de teres novas experiências :)

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...