-->

13/08/2018

Tudo o que comprei nos saldos + O que ainda podes aproveitar nestes últimos dias


Tal como disse neste post, não é muito comum eu gastar dinheiro em lojas de roupa fast fashion. Mas quando o assunto é saldos, o meu discurso muda um bocadinho. 

Fui comprando aos poucos. Isso custou-me uma ou outra peça que eu queria muito porque lá decidia esperar a segunda baixa de preços para então comprá-la a um valor mais apetecível, mas no fim esgotava-se. Pessoalmente, não achei que houvesse assim tanta coisa interessante nos saldos deste ano, mas consegui aproveitar alguma coisa. 

09/08/2018

As minhas 9 opiniões não populares (Unpopular opinions)


Opiniões diferentes todos temos, e devemos aceitar isso (reparem que eu disse opiniões e não discursos intolerantes e de ódio). E todos temos aquela opinião do contra que faz com que toda a gente nos odeie um bocadinho ou nos ache completamente tontos da cabeça. Comigo não seria diferente e por isso listei 9 das minhas.

31/07/2018

Porque criei um blog?


Em novembro deste ano o Uma Africana vai completar 5 anos. Parece muito pouco, e a verdade é que é relativamente pouco, mas tanta coisa mudou desde que comecei este blog lá em 2013. Não apanhei toda a geração old school dos blogs, mas tanta coisa aconteceu nestes quase 5 anos, que me sinto velha, parece que foi há 10.

Já me perguntaram várias vezes, em várias situações, porque criei um blog. Respondi a todas elas, mas nunca aqui no blog. Então porque não fazê-lo agora?

23/07/2018

Sobre a fama, endeusamento de internet e outros quinhentos



Sendo esse o objetivo final ou não,  a verdade é que, principalmente para quem trabalha profissionalmente com mídias sociais, ou algo que envolva público, é quase inevitável, cedo ou tarde acaba sempre por bater à porta: a fama.

18/07/2018

6 dicas para comprar em lojas de roupa usada

Camisa que comprei por 50 cêntimos (primeira à esquerda da segunda foto do post).

Sempre achei as roupas das grandes lojas demasiado caras. Pedaços de tecido a 20 euros, coisas que passam de moda muito rápido a preços astronómicos. Um exagero. Por isso praticamente só entro lá na época de saldos, ou quando têm algo que eu realmente quero e não encontro mais barato em lugar nenhum.

Desde pequena que vou a feiras, pois lá vendem sempre peças descartadas (ou de coleções passadas) das grandes lojas a preços de banana. Confesso que quando era mais nova, por causa de toda aquela pressão por ostentar que havia nas escolas, eu tinha imensa vergonha disso. Hoje em dia não mais. Se me perguntarem onde comprei tal vestido, pois é lindo, eu digo com o maior entusiasmo que foi 3 euros na feira de Massamá.